Arquivo | 15/06/2011

Dicas Na Cozinha – Farináceos, Pão Ralado e Feijão




Farináceos e Pão Ralado:
1. Caso não tenha trituradora e para fazer pão ralado, coloque fatias de pão torrado dentro de um saco plástico, feche bem e esmigalhe com o rolo de cozinha. Depois, peneire.
2. Para polvilhar facilmente farinha de trigo, coloque-a num recipiente com furinhos, como o saleiro ou passe-a por um passador.
3. Para saber se o fermento em pó ainda está bom, coloque uma colher de sopa rasa do pó num copo com água morna pela metade. Mexa. Se o fermento crescer e ferver, ele ainda poderá ser usado.
4. Para evitar o aparecimento de bichinhos na farinha de trigo, coloque dentro do recipiente algumas folhinhas de louro.
5. A massa com fermento para pão crescerá mais rápido se colocar a forma dentro do forno desligado perto de uma panela com água a ferver. O calor húmido que sai da água faz a massa crescer.
6. Quando polvilhar formas com farinha de trigo, use uma esponja de espuma. Deixe a esponja guardada no recipiente da farinha.
7. Para que a maisena não fique com pedaços por dissolver, dissolva num pouco de água ou leite antes de usar.
8. Para fazer pão ralado sem torrar o pão, basta deixar as sobras de pão no frigorífico por algum tempo. Depois, passe no ralador, ou na trituradora, e peneire.

Feijão:
1. O feijão cozinhará em menos tempo se der uma primeira fervura por cinco minutos, depois escorrer e deixar cozinhar em nova água.
2. Se o feijão ficou muito salgado, adicione algumas folhas de couve. A couve absorverá o excesso de sal e dará um ótimo sabor ao feijão.
3. Para que o feijão fique mais saboroso e com o caldo mais grosso, depois de cozido retire uma concha e amasse bem os grãos. Recoloque na panela e leve de volta ao lume por mais 15 minutos, destampado.
4. O feijão fica mais macio se colocar algumas gotas de azeite enquanto ele estiver a cozer.
5. Coloque o feijão de molho em água quente por 30 minutos antes da cozedura. Assim, ele cozinha mais depressa.
6. Para tirar o cheiro de queimado do feijão, humedeça um pano e coloque na panela como se fosse uma tampa. Quando o feijão ferver, o cheiro ficará retido no pano.
7. Coloque no feijão de molho, de véspera, uma colherinha de fermento em pó. Ele ficará mais macio.
8. Para a casca do feijão não entupir a válvula da panela de pressão, acrescente na água um pouco de óleo.
9. Para engrossar feijão aguado, acrescente uma mistura de água com maisena.
10. Outra forma de deixar o caldo de feijão mais grosso é acrescentar uma colher rasa de farinha de trigo.
11. Quando cozinhar feijão, só tempere com sal no final da cozedura. Assim, o feijão não ficará duro.
12. Se o feijão queimar, transfira para outra panela à parte que não está queimada e acrescente uma cebola inteira, com casca, lavada. Leve novamente ao lume, e ele perderá o gosto de queimado.
13. A sopa de feijão ficará deliciosa se bater o feijão no liquidificador com tomates maduros e um pouco de água, coando depois numa peneira.
14. Para tirar o excesso de sal do feijão, coloque juntamente para cozinhar uma ou duas batatas cruas. Aliás, este é um sistema que resulta com qualquer comida salgada.
15. Para conservar o feijão comprado em grande quantidade, guarde numa embalagem plástica, dentro da gaveta de verduras do frigorífico. O feijão guardado em lata ou em vidro seca facilmente.
16. Ferva o feijão até que ele cresça. Coloque numa garrafa térmica, juntamente com a água do cozimento até a boca, e feche hermeticamente. Deixe repousar durante a noite. Na manhã seguinte o feijão estará totalmente cozido, e terá feito uma boa economia no gás.

Arroz à Valenciana


Apesar de haver diversas forma de confeccionar este prato e sendo este um prato que permite sempre uma ou outra alteração consoante os ingredientes de que dispomos. Neste caso foi mesmo com o que havia no frigorífico 🙂

Ingredientes

250g de asas de frango
250g de peito de frando em pedaços
1 Lata de salsichas
300g de camarões
3 cenouras cortadas em rodelinhas
150g de feijão verde cortadas às tiras pequenas
150g de ervilhas
1/2 copo de vinho branco
2 tomates maduros cortados em cubos
1/2 pimento vermelho e 1/2 pimento verde
1 cebola grande picada
3 alhos picados
1 caldo de galinha
Louro, sal, pimenta, açafrão, vinho branco azeite q.b.
água quente q.b. (em função da quantidade de arroz que coloquem, sendo que para garantir um arroz malandrinho, use 3 vezes a quantidade de água em proporção para uma de arroz)
300 g arroz agulha
Se tiver delicias do mar também pode adicionar.

Preparação

Num tacho largo, aquece-se o azeite e aloura-se a cebola e o alho. Junta-se o louro, o caldo de carne, o vinho branco o pimento e o tomate. Adiciona-se o açafrão a gosto. Deita-se a carne e deixa-se cozinhar. Junta-se as ervilhas, as cenouras e o feijão verde e envolve-se bem. Incorpora-se as salsichas, e por fim o arroz, envolvendo-se tudo. Junta-se a água quente e tempera-se com sal e pimenta a gosto. A 2/3 da cozedura, colocam-se os camarões inteiros e as delícias do mar. Deixa-se cozinhar mais um pouco e já está!
Bom apetite!
Receita na Mycook

Coloca no copo, a cebola, 100g de azeite, os alhos e o tomate em pedaços. 
Temperatura 100º – 7 minutos – velocidade 1

Junta a carne, a cenoura, os pimentos, o feijão verde, as ervilhas, o açafrão, o caldo de galinha, o vinho branco e o louro.
Temperatura 100º – 10 minutos – velocidade 2

Adiciona a água quente, as salsichas, os camarões e o arroz. Tempere de sal e pimenta a gosto.
Temperatura 100º – 15 minutos – velocidade 2

Bom Apetite 🙂
%d bloggers like this: